sábado, 7 de fevereiro de 2009

Rádio Nacional(Esportes)-Parte III

A primeira transmissão esportiva que a Nacional "irradiou" foi em 13 de setembro de 1936,no dia seguinte de sua inauguração.Um domingo, o locutor Oduvualdo Cozzi, narrou um Flamengo e Fluminense, no Estádio das Laranjeiras.E a emissora ainda deu informes acerca o confronto entre Vasco da Gama e São Cristovão, realizado naquela tarde, assim como as provas de atletismo e motociclismo.

A rádio Nacional carioca, além das transmissões esportivas, apresentava diariamente, sob o patrocínio da "The Sidney Ross", o programa No Mundo da Bola, recordista em audiência. A emissora continha ainda o programa Resenha Esportiva Superball, que revolucionou os horários de audiência esportiva dominical. Os dois programas citados acima eram programas noticiosos, embora, o No Mundo da Bola, tinha como fico os clubes do Rio de Janeiro.


Não foi mito.Foi verdade! Nos anos 1940, Antônio Cordeiro fez um concurso através do No Mundo da Bola, para que os ouvintes ligados escolhessem o melhor jogador do Brsil. Nada mais, nada menos que 19.105.856 envelopes do analgésico Melhoral-patrocinador do programa- foram enviados à Praça Mauá número 7. O sortudo foi o jogador vascaíno eb do "escrete canarinho" Ademir Menezes, o popular "Queixada", recebendo 5.304.935 de votos.

Atualmente, o programa No Mundo da Bola é exibido pela Nacional 1.130 am e rede, de segundas às sextas-feiras, das 23:30 am até à meia noite. A apresentação é de Carlos Borges, "o lucutor de todos os esportes" e toda equipe da Nacional.

Em junho de 2006, a FACHA(Faculdades Integradas Hélio Alonso), campus Méier, prestou uma bela homenagem aos 70 anos da Nacional. Uma turma do campus, fez um belo trabalho sobre a emissora, entrevistando vários ícones que ali trabalharam e trabalham como Gerdal dos Santos, Osmar Frazão Daisy Lúcide e outros. A parte esportiva não ficou de fora do trabalho. O então estudante Rafael Massadar entrevistou dois grandes radialistas esportivos: Washington Rodrigues e Carlos Borges(ex aluno da FACHA MÉIER).

Washington Rodrigues entrou para a Nacional através de um convite de Jorge Curi. O Apolinho-que tem este apelido, pois, ele usava um microfone-volante que parecia bastante com o microfone da missão apollo dos astronautas. Apolo teve dus passagens pela emissora da Praça Muaá. Uma nos anos 1960 e a outra em 1976.

Em 1977, com o locutor esportivo José Carlos Araújo, então chefe da equipe de esportes da Nacional, formou uma das mais belas duplas do rádio esportivo até 1984, quando a dupla saiu da Nacional e foi para a Globo, substituindo Jorge Curi. Em 1985, Curi morreu. Quem não se lembra no decorrer das transmissões esportivas da Nacional, o patrocínio de Francisco Xavier Imóveis e as promoções da loto pela Caixa Econômica Federal?

Atualmente, Washington pode ser ouvido através da rádio Tupi pelos 1280 Am. Todavia, Apolinho ainda na emissora dos "1.130 am", criou um bordão, que é utilizado até hoje na emissora: "No Mundo da Bola, o mais tradicional programa de esportes do rádio brasileiro, desde os tempos de Antônio Cordeiro".

Este ano de 2009, está sendo um marco para a emissora, pois após 3 anos de ausência nas transmissôes esportivas, a Nacional, a "onda dos esportes", volta a transmitir futebol. Esta audência que ocorreu em 2006, infelizmente, já ocorrera no período Collor, quando a emissora terceirizavam o horário das transmissões esportivas, porque houve na época, uma demissão em massa na emissora. Parcos e tristes tempos.

Caro você-leitor/ouvinte,caso sintonize nas transmissões esportivas pela Nacional e ouvir: "cabine 22, a cabine Antônio Cordeiro", agora já sabe, através do Blog do Rádio Carioca, quem foi Antônio Cordeiro.

Obrigada pela atenção e boa leitura,

Isabela Guedes.
blogdoradiocarioca@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bote o seu conhecimento no ar