Viajando com a Rádio Nacional sem sair de casa

Uma das minhas paixões radiofônicas para se ouvir futebol é a rádio Nacional do Rio de Janeiro-1130 khz.

Ao voltar a escutar as transmissões esportivas pela tradicional e querida Nacional, fico feliz por ouvir a pequena equipe atualmente, todavia, de extrema qualidade-por enquanto é Carlos Borges(locutor), Waldir Luiz(comentarista esportivo) e Astrid Nick(plantonista)- que volta através da "Mais querida do Brasil", uma briga saudável entre o atual pobre mercado esportivo carioca, onde quase não temos valores que empunham os microfones nas diversas emissoras cariocas. Salvam-se poucos-da nova geração- os que têm qualidades e credibilidade, hoje em dia, nos dials cariocas. Infelizmente, tenho que voltar a um passado não muito distante, para se ter a "sensação"-palavra da moda- de que o rádio esportivo carioca vai muito bem obrigada.

Por transmitir futebol fora da capital fluminense, sem o famoso "off-tube", a Nacional dá show de competência por levar até o público- seja ele do "Iapoque ao Chuí"- o som "in loco" dos estádios, quando a Nacional, por ora, transmite a Copa do Brasil, edição 2009.

Gostei muito de ouvir Carlos Borges transmitindo para o público de casa(no meu caso), uma verdadeira aula, jornalísticamente falando, dos pontos turísticos das cidades por onde a verdadeira potência do rádio brasileiro passa. Deu-me uma saudade gostosa quando a equipe esportiva falou sobre João Pessoa, na Paraíba(eu passei pela cidade no início de 2001) e também sobre Gama, no Distrito Federal(não fui à Brasília e adjacências).

Sugiro à alguém da Nacional, caso leiam esse humilde recinto, que, ao passar pelos estados brasileiros, que são inúmeros, faça um pequeno histórico da cidade, como estão fazendo. É um verdadeiro "GOL DE PLACA" feita pela emissora da Praça Mauá, número 7- Centro do Rio de Janeiro.

Obrigada pela atenção,

Isabela Guedes.
blogdoradiocarioca@yahoo.com.br

Comentários

Anônimo disse…
Isabela, antes de mais nada, parabéns pelo excelente blog. Aproveito para tentar tirar uma dúvida: você (ou algum dos outros leitores do blog) sabe me dizer porque o Mário Silva não participa das jornadas esportivas da Nacional? Acho estranho, já que ele comenta sobre futebol em outros programas na emissora. Um abraço!
Que surpresa agradável! Estava pesquisando sobre a jornalista Astrid Nick, plantonista do "Show de Bola Nacional" e "No Mundo da Bola", onde faz parceria com o excelente Carlos Borges e o dinâmico Waldir Luiz, me deparo com este blog, falando exatamente das coisas que gosto. Apesar de trabalhar no centro de Brasília, (SBN), moro na zona rural de Brazlândia, entre montanhas, onde não tem luz elétrica, ainda. De lá posso visualizar a antena da Radiobras, no Rodeador. Meu companheiro é um radinho de pilha,(aquele Milton Neves), que às vezes falha e precisa de umas sacudidelas para voltar a falar. Vibro quando o Fogão consegue chegar "lá dentro". Mas é esse sufoco que me liga através das ondas do rádio a essa equipe vibrante da Nacional, como se fossem meus amigos mais próximos.
Parabéns pelo Blog!
Anônimo disse…
meu nome eadriano ferreira moro em sp gostaria muito de conhecer a astridinik meu numero e 11 9 9991-1418

Postagens mais visitadas deste blog

Entrevista com o locutor Sérgio Moraes- "Dos Pampas aos Seringais"

Humor no Rádio Esportivo Carioca- Uma deliciosa crônica do GRANDE Roberto Porto