terça-feira, 1 de setembro de 2009

Aniversariante do dia: Washigton Rodrigues

Olá amigos radio-nautas,

Hoje, dia 1º de setembro, um dos melhores comentaristas do Brasil, o "Apolinho" Washigton Rodrigues, está "assoprando mais uma vela".


*Fonte: Internet

Para quem não sabe a importância de Washigton para o rádio esportivo carioca, o "Apolo"(cujo apelido foi dado porcausa do microfone que parecia com os similares do Apolo 11), é um dos radialistas que levam a seriedade da notícia, mas com uma pitada de humor.

Comecei a escutar o Washigton, assim que eu comecei a curtir o rádio em 1995, na outrora Rádio Globo(khz 1220 am). Lembro-me que, quando o Washigton foi "salvar" o Flamengo no campeonato Brasileiro daquele ano, que era para ser o mais festivo por ser o Centenário do clube, eu, ouvinte da Globo, fiquei com a sensação de tristeza e alegria. Tristeza, pois "perderia"(momentâneamente) um dos integrantes a quem mais me afeiçoava na época com então 13 para 14 anos, mas feliz, por ser rubro-negra na época e querer que o meu time saísse da degola.O resumo da "latinha": O Fla saiu da "degola" na 22a posição e Washigton voltou para a emissora da Rua do Russel permanecendo por lá até 1998.

Na "minha" Rádio Nacional(khz 1130 am), Rodrigues teve duas passagens pela emissora: com Curi nos anos 60. E nos anos 70/80, já com a chefia e batuta do Zé(José Carlos Araújo), W.R. fora repórter de campo, fazendo dupla com Denis Meneses. Ainda na rádio Washigton, trabalhou junto com o comunicador Hilton Abi-Hian, no programa de variedades, chamado "Nacional 80".

Nos anos 1990, o "speaker" foi também um escritor no célebre Jornal dos Sports, com a sua coluna que se intitulava:"Geraldinos & Arquibaldos". Para quem não sabe o que fôra esta expressão para o carioca-futebolística é que, em meados dos anos 2000, no Estádio do Maracanã, havia a geral, que era para a população com possibilidade de pagar mais barato. Hoje em dia, a extinta geral, foi apelidada de "geral vip"(cadeiras azuis). Acima da saudosa geral, há ainda as arquibancadas.

O Blog do Rádio Carioca homenageia Apolinho com uma imagem que o radialista José Rezende deu-me, e que eu sei que muitos marmanjos chorarão. Explico-lhes: Em 1978 houve a Copa do Mundo na Argentina. E para divulgar que a emissora da Pça Mauá(já sob a "regência" do Zé) que iria à Copa na Argentina, houve na época um panfleto com as fotos do Zé, Denis,Luiz Mendes e Apolinho.



O fino humor do radialista pela Rádio Nacional(1130khz am):
Anos 80- Enrolado com a letra "V":
"...E o garotinho José Carlos Araújo estava transmitindo o jogo ao microfone da Rádio Nacional. Na ocasião os trepidantes (repórteres de campo) eram: Denis Menezes e Washington Rodrigues, ele mesmo, aquele que foi técnico do Flamengo...
- Detalhe, interrompe Denis a transmissão do garotinho...

- Fala trepidante.
- Vai entrar Valdo no lugar de Renato.

E o garotinho não entende a informação e pergunta:
- É Valdo ou Dalton ?

E o Denis repete:
- É Valdo !

E o garotinho:
- Portanto entrando Naldo no lugar de Renato... Ô Denis, confirme: É Naldo, ou Dalton ?

Quando o criativo Washington Rodrigues manda essa, pra resolver o impasse:
- É Valdo com V de Armando Marques...

A risada “comeu solta no ar”, ninguém conseguia narrar nem comentar mais nada. Enfim o garotinho entendeu a informação... "

* Texto extraído do extinto Site Sintonia, de autoria de Renato Justino.

Um abraço,

Isabela Guedes.
blogdoradiocarioca@yahoo.com.br


Um comentário:

  1. Grande Apolinho! Adoro ele.
    Acho que a única loucura,que o Washington fez na vida,foi ter treinado O Flamengo rsrsrs.

    Parabéns Apolinho.

    http://rodrigofutebolgarcia.blogspot.com(Futebol Sem Censura)

    ResponderExcluir

Bote o seu conhecimento no ar