Para Dale Robertson

Caro Dale,

em primeiro lugar, seja bem-vindo ao blog. Volte sempre.

Com relação ao Júlio César SantAnna, para ser honesta e sincera com você,ele foi um dos melhores locutores esportivos que já ouvi no extinto programa da Rádio Nacional(KHz 1130 am). Anterior ao ano de 1995, eu não acompanhava futebol e rádio. Nascida em 02 de novembro de 1981, só comecei a tomar gosto por futebol, vendo o "falecido" programa da Rede Manchete, Canal 100.A partir daquele momento, é que eu criei no meu imaginário, em 1994, o ano do tetra-campeonato, que eu tinha que, "paquerar" o rádio esportivo.

Em 1995, a minha primeira emissora radiofônica a que escutei futebol, foi a Rádio Globo(KHz 1220 am), com o José Carlos Araújo. Depois, fui "girando o dial" e a partir de então, é que conheci e aumentei o gosto e gozo por futebol, quando sintonizei ainda em 1995, pela primeira vez, na "emissora da Praça Mauá, número 7".

Júlio César SantAnna, infelizmente, "desencarnou" em 1996. Segundo o relato feito pelo radialista Mário Silva, da RN, Júlio Cesar, morreu "estupidamente", quando estava descendo de um ônibus e Olaria, quando o motorista arrancou com o veículo e ele bateu com a cabeça no meio fio. Júlio César, foi narrar futebol "com o time do céu", que na época já constava: Mário ViaNNa, João Saldanha e Jorge Curi.

Os bordões que Júlio César SanTanna que eu mais admiro quando os escuto são:"a rede balança e o placar avança... na marca de..."/ "piripiri"(sinal eletrônico ou o BG da Rádio Nacional do RJ)/"E todo mundo foi abraçar aquele moço da camisa número tal"/"bye, bye trizteza".

Saudades de você, Júlio... Mesmo sem ter te conhecido e ouvido quando estava vivo e narrando pela querida Nacional do Rio de Janeiro(KHz 1130 am).

Um beijo enorme,

Isabela Guedes
blogdoradiocarioca@yahoo.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entrevista com o locutor Sérgio Moraes- "Dos Pampas aos Seringais"

Humor no Rádio Esportivo Carioca- Uma deliciosa crônica do GRANDE Roberto Porto